Orientações da Pastoral da Criança em tempo de coronavírus

Brinquedos elaborados pelas líderes da Pastoral da Criança com materiais recicláveis, na Diocese de Palmas-Francisco Beltrão-PR

(foto: arquivo da pascom).

Em empo de pandemia, a recomendação da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança com relação a Visita Domiciliar e a Celebração da Vida continua a mesma dada em 24 de março de 2020, ou seja, seguir sempre a orientação da Igreja local bem como da Secretaria Municipal de Saúde.

– Visita domiciliar: fazer acompanhamento das crianças e gestantes por meio eletrônico. Usar o aplicativo Visita Domiciliar e outros meios de comunicação, como o site e o facebook da Pastoral da Criança. Importante ter este contato para ajudar com as dúvidas, em especial sobre o coronavírus.

 Como estimular a empatia nas crianças

Para estimular a empatia nas crianças, a família deve, desde cedo, conversar, brincar e interagir com ela. A conversa e o diálogo vão possibilitar que ela compreenda o que está acontecendo.

Mesmo agora, em tempos de pandemia, é importante sentar-se no chão, construir um brinquedo, contar uma história, escrever poesias e tantas outras brincadeiras. Isso trabalha o sentido do coletivo, da solidariedade, do saber repartir.

No AppVisita, há uma e-capacitação em Brinquedos e Brincadeiras que traz sugestões fantásticas.

Por Luiz Carlos Bittencourt – assessor de imprensa – pascom diocesana, fonte: Pastoral da Criança Nacional

Fonte: Diocese Palmas-Francisco Beltrão (PR).