Dia Mundial da Limpeza incentiva cuidados contra Covid-19 e práticas que fortalecem coletividade

Este ano, o movimento será parcialmente virtual e parcialmente presencial, com poucos grupos reunidos. É o caso no Ceará, promovendo uma limpeza da orla de Fortaleza através de voluntários e de líderes regionais.

Este sábado, dia 19 de setembro, será marcado em 2020 como o Dia Mundial da Limpeza (Clean Up Day). A mobilização ocorre anualmente em mais de 180 países, incluindo o Brasil – em 2019, cerca de 320 mil voluntários atuaram em 1200 cidades em ações sociais.

O movimento é conhecido por articular de uma até milhares de pessoas simultaneamente em um mesmo lugar para a prática de uma ação solidária envolvendo o planeta e a sua limpeza: uma limpa no guarda-roupa, por exemplo, pode possibilitar a doação de roupas que você não utiliza mais.

Devido a pandemia do novo coronavírus, as ações não irão reunir essas pessoas presencialmente, mas sim através de uma hashtag: #EuCuidoDoMeuQuadrado é o tema da ação em 2020, incentivando voluntários a limparem espaços como suas ruas e condomínios, além da limpeza virtual (redes sociais, arquivos e-mails) ou ainda praticar a meditação como limpeza mental.

No Ceará, uma das ações coletivas de limpeza reunirá mergulhadores profissionais na orla de Fortaleza para limpeza da praia e dos mares neste sábado, 19, pelo início da manhã. A ideia é montar duas equipes em locais diferentes, onde cada uma ficará responsável por uma das limpezas sem demais aglomerações.

Victor Novaes é um dos voluntários que marcará presença amanhã. Mergulhador há dez anos, será a primeira vez que participará da data através da mobilização social. Já atuante pela causa, explica que o momento mais pontual que um interessado em colaborar para o planeta pode agir é durante a escolha de um representante que trabalhe pautas ambientais, além de articulação de um projeto regional.

“Estamos vendo o que está acontecendo no Pantanal e é difícil interferir. Às vezes é difícil você interferir em uma ação nacional como essa, mas no caso do projeto de mergulho, nós podemos colocar a mão na massa“, explica.

Líder da mobilização no Ceará, a paulista Erika Beux atua em ações ambientais por todo o Brasil e pelo Mundo. Em Fortaleza desde o início do mês passado, a bióloga explica sobre a importância de preservar a biodiversidade existente na orla de Fortaleza.

Devido as movimentações da corrente oceânica, o lixo jogado no mar ou próximo aos espigões acabam sendo concentrados nessas pedras. “Ali tem muitos animais marinhos que convivem entre si: peixes, camarões e lagostas, inclusive tubarões-lixa e golfinhos circulam no mar com plásticos, latinhas e saquinhos de salgadinhos”, explica.

Vídeo publicado nas redes sociais mostram as espécies que convivem no local. Entretanto, garrafas de plástico e outros itens de responsabilidade humana que não deveriam estar ali se unem a vivência dos animais. “Nossa ideia é conscientizar as pessoas para que não joguem lixo no mar ou de uma forma irresponsável”, cita a bióloga.

Apesar da ação, Erika não espera outros voluntários além dos já confirmados para evitar aglomerações. “O que nós podemos incentivar é que a pessoa faça ações dentro ‘do seu próprio quadrado’. Sempre há alguma coisa guardada que pode ser repassada. Realizar a limpeza de arquivos no seu computador ou fazer uma meditação também é uma limpeza diferente. São pequenas coisas que ajudam o movimento”, articula.

Confira algumas dicas para participar do movimento:

O Instituto Limpa Brasil é um dos responsáveis por articular a mobilização no Brasil. Mesmo com as diferenças em 2020, ainda é possível colaborar para ajudar a natureza neste ano. Confira:

– separe seus resíduos em até três frações: reciclável, rejeito e orgânicos;

– pratique o plantio de mudas através de uma horta ou de compostagem em sua casa, no seu trabalho ou no seu bairro;

– realize individualmente ou em pequenos grupos de seu convívio diário um multirão de limpeza, lembrando de seguir todas as medidas contra a Covid-19;

– pratique atividades que possam contribuir para a sua limpeza mental; meditação, prática de esportes, música, dança, yoga e literatura estão entre as dicas;

– realize uma limpeza virtual; comece limpando seu celular de aplicativos que você não usa há bastante tempo. Siga após para a limpeza do computador, deletando arquivos duplicados ou que você não os utiliza mais. Logo depois passe para a limpeza da caixa de entrada do e-mail. Ter medo é normal, então seja firme e aperte o botão deletar.

Fonte: O Povo.com.